/, Logística, Refrigeração/Como diminuir a temperatura nos data centers

Como diminuir a temperatura nos data centers

Monitorar a temperatura nos data centers é um esforço constante, sendo que altas temperaturas são as grandes vilãs da sua operação eficaz, oferecendo riscos até mesmo para a integridade dos dados guardados nos servidores.

Essa é uma questão de suma importância: sem o monitoramento da temperatura nos data centers e a mitigação de problemas que podem levar a um superaquecimento, é impossível manter-se no controle e garantir os melhores serviços.

Foi pensando nisso que elaboramos este post: como diminuir a temperatura nos data centers? Como ajustar meu ar condicionado e garantir a temperatura ideal? O que mais pode ser feito?

Vamos com a gente solucionar essas dúvidas?

A importância de diminuir a temperatura nos data centers

Os data centers são, em essência, agrupamentos de servidores servindo funções de armazenagem de informações. Eles podem servir como unidades para guardar e processar dados relevantes à empresa ou, como é comum em muitos casos, soluções de aluguel dos mesmos serviços para outras..

Como a maioria dos equipamentos que trabalham com processamento de informações, a temperatura nos data centers está diretamente relacionada com o bom funcionamento dos servidores, sendo imperativo que eles não superaqueçam durante a execução das suas atividades.

O superaquecimento causa perda na performance e redução na durabilidade

Servidores superaquecidos podem apresentar sérios problemas na velocidade em que operam. Manter a temperatura nos data centers nos níveis recomendados garante que as informações sejam processadas em tempo hábil e sem maiores problemas.

Essa redução da performance ocorre porque, ao esquentar demais, os servidores começam a trabalhar em ritmo mais lento para preservar a sua integridade.

Indo além, condições não ideais de temperatura nos data centers por períodos elevados podem ocasionar queima de portas de conexão e até mesmo inviabilizar equipamentos guardando informações sensíveis.

Esse é um problema grave, mesmo que relativamente incomum, porém a durabilidade dos equipamentos é absolutamente influenciada por essas condições.

Por esse motivo, em muitos casos de contrato de serviços são estipuladas multas expressivas em caso de problemas com o management da temperatura do data center.

Como manter o data center climatizado?

Primeiramente, precisamos deixar algo bem claro: a solução na maioria dos casos para performances abaixo do esperado em datacenters é a climatização eficaz.

Mas há um outro ponto a se considerar: muitas vezes, não é a quantidade de ares condicionados que irá resolver o problema.

O correto dimensionamento dos climatizadores, sua posição estratégica e a sua potência são os maiores proporcionadores de resultados quando o assunto é diminuir a temperatura nos data centers.

Resfriando e circulando

Imagine por um momento que você tenha um data center com área de dez metros por outros dez: você não irá precisar necessariamente de muitos climatizadores, mas sim de posicioná-los estrategicamente onde o ar refrigerado perpassa os servidores, os resfria e segue o seu percurso.

A não identificação dessa questão traz problemas como o bypass; que é quando o ar frio sai do ar condicionado e é refletido pelo chão ou por mobiliários sem passar pelo servidor, e a recirculação; que ocorre quando o ar quente dos servidores volta para eles próprios antes de ser resfriado.

O posicionamento dos racks

 Uma empresa especializada em diminuir a temperatura nos data centers procura posicionar os racks de maneira a criar corredores quentes, e então trocar esse calor conduzindo-o para longe do ar frio desta área.

Aplicando os corredores quentes para diminuir a temperatura nos data centers, especialmente com os servidores selados hermeticamente, o ar frio não se mistura com o quente, o que traz um grande alívio no consumo energético do data center.

Maneiras alternativas de diminuir a temperatura nos data centers

Basicamente, diminuir a temperatura nos data centers perpassa algumas etapas: remover o calor do servidor, resfriar o espaço ao redor, descartar ou reutilizar o calor, manter o ambiente resfriado.

A não utilização de um modelo eficiente para diminuir a temperatura nos data centers muitas vezes pode gerar uma situação complicada: gasta-se mais com o resfriamento do que com o funcionamento das máquinas.

Formas populares de diminuir a temperatura nos data centers com eficiência podem incluir:

  • Resfriamento direto do servidor através de líquido frio;
  • Resfriamento por imersão do servidor em fluído, como o óleo mineral;
  • Fluído dielétrico que muda de estado, transmitindo o calor através do sólido para o líquido e então descartando-o.

Dentre vários outros. Para todos os layouts, a empresa certa deve ser a responsável pelo seu sistema, pois é necessário balancear os custos e entender o que é o melhor para cada situação.

Se quiser saber mais, entre em contato com a RTI Automação! Somos líderes no segmento e podemos lidar com qualquer situação de resfriamento.

 Até a próxima!

(imagens: divulgação)


2018-10-05T11:53:05+00:0004/04/2018|Industria, Logística, Refrigeração|