Site Survey

//Site Survey
Site Survey2018-11-12T13:48:34+00:00

Por definição, “Site Survey” é uma metodologia que após uma inspeção técnica minuciosa do local onde será feita a instalação de uma nova infraestrutura de rede, oferece uma avaliação dos resultados obtidos com as melhorias a serem efetuadas na infraestrutura existente ou mesmo na identificação e solução dos problemas de um sistema já em funcionamento.

O melhor momento para realizar esse procedimento, normalmente é durante a avaliação do projeto de conectividade. É relevante tanto nas etapas de levantamento da infraestrutura necessária (dispositivos de mobilidade, cabos, acessórios e outros), como na a implantação de uma nova rede estruturada, de equipamentos de rádio frequência, redes Wireless, etc, de forma a maximizar a cobertura e eficiência reduzindo os custos de investimento.

As atividades de um Site Survey executadas pela RTI Automação nestes testes e análises, assegura que o número, localização e configuração dos pontos de rede forneçam as funcionalidades requeridas e propiciem um desempenho compatível com o investimento proposto no projeto.
Os procedimentos desta metodologia ao dimensionar adequadamente o local Indoor ou Outdoor para a instalação de equipamentos e cabos em redes estruturadas ou Wireless, permitem que todas as estações tenham a melhor qualidade nas conexões e obtenham total acesso às aplicações disponíveis na rede.

  • Site Survey Indoor – Atividade para áreas Internas até 10.000m²
  • Site Survey Outdoor – Atividade para áreas Internas até 10.000m²
  • Site Survey Link Rádio – Atividade realizada quando não se permite comunicações cabeadas entre os Switches ou locais separados ou distantes.
  • Site Survey Automation – Atividade realiza testes nos Equipamentos de Coleta de Dados validando o produto durante o processo produtivo.
  • Site Survey RFID – Atividade realiza testes nos Equipamentos de Coleta de Dados RFID validando o produto durante o processo produtivo.

Tópicos investigados no Site Survey:

  • Cobertura (área geográfica ocupada pela rede estruturada ou que se pretende alcançar via rede wireless);
  • Performance (que dependerá das aplicações de rede);
  • Mobilidade (em redes wireless, roaming entre pontos de acesso);
  • Número de pontos ativos na(s) área(s) de trabalho;
  • Tipos de equipamentos utilizados;
  • Interfaces disponíveis;
  • Segurança física e lógica;
  • Possibilidade de ampliação;
  • Orçamento do projeto;
  • Prazo de instalação.